Linda Martini

Linda Martini no Festival Sol Da Caparica 2015.
Dia 2, 14 de Agosto.

“Quando, no ano passado, fomos vendo o cartaz a avançar, fomos ficando motivados com o Festival e com vontade de fazer parte do mesmo, no ano seguinte – este”, confessa Hélio Morais. “Será, por isso, um prazer fazer parte do mesmo, este ano. Nos últimos anos temos assistido ao nascimento de festivais cujo cartaz é inteiramente composto por bandas portuguesas. Não achamos que isso seja uma coisa patriótica, mas sim o constatar que há muita coisa boa neste país. Isso deixa-nos felizes. E este é, muito provavelmente, o festival composto só por música portuguesa que tem uma audiência mais vasta”.

A banda de Cláudia Guerreiro, Hélio Morais, André Henriques e Pedro Geraldes, é um dos mais sérios casos de militância do nosso país. Compreende-se porquê. O trabalho desenvolvido pelos Linda Martini nos álbuns Olhos de Mongol, Casa Ocupada e Turbo Lento e ainda em Eps como Marsupial ou Intervalo constituem um originalíssimo corpo de canções, com força, eletricidade, velocidade, peso e algo mais que só a eles pertence. Esse carácter singular tem valido múltiplos aplausos à banda que tem visto não apenas os seus discos serem distinguidos (Disco do Ano para os leitores do Blitz tanto com Casa Ocupada como com Turbo Lento) como os seus concertos serem acompanhados por um intenso fervor. E estas apresentações têm-se multiplicado em importantes palcos de festivais e em salas de referência.
Os Linda Martini são, obviamente, uma banda de trabalho que tem os olhos sempre postos no futuro.

By Luis Macedo
Google+