Paus

Paus no Festival Sol Da Caparica 2015.
Dia 2, 15 de Agosto.

“Também nos enche de pica podermos subir ao palco com um ano e meio de estrada e com um concerto no ponto”, confirma Joaquim Albergaria. “Isto porque vamos participar no que é hoje a par do Bons Sons uma das maiores mostras de nova música portuguesa. É uma honra sermos considerados para ajudar à festa, porque o Sol da Caparica é a festa do novo som tuga”, explica o baterista. E uma novidade: “depois desse concerto começamos a focar-nos no disco novo”!

Os PAUS são aquilo que normalmente se designa como um super-grupo. Mas não necessariamente porque no seu seio se abrigam talentos com carreiras ligadas a outras bandas, como Linda Martini ou Vicious Five, mas porque tem de facto super-poderes. Nos álbuns “PAUS” e “Clarão”, de 2011 e 2014, respectivamente, apoia-se uma singular visão artística que lhes tem valido a presença regular nas listas de melhores discos do ano, aplausos generalizados da crítica nacional e internacional e os favores do público que correctamente entende os seus concertos como incríveis momentos de celebração.
Já em 2015 os PAUS editaram através da revista Blitz o álbum Bota Perna, expressão directa e bem humoradamente derivada de boot leg, que documenta a incrível força que conseguem conjurar ao vivo. Super-poderes, de facto. Os Paus têm levado a sua música celebratória, entusiasmada, incrível a diversos países do mundo, tendo realizado tours por toda a Europa e até América do Norte. E em boa hora chegam à Caparica: o concerto está rodado, a música plenamente afinada, o entusiasmo no nível máximo.

By Luis Macedo
Google+