Raul Midon

Raul Midon no Estudio Time Out, Mercado da Ribeira, Lisboa - 17 Novembro de 2015.

Nascido em Embudo rural, Novo México, filho de mãe afro-americana e pai argentino, Raul Midón cresceu rodeado por música, em parte graças à coleção de discos diversificada do seu pai, que alternava desde o clássico ao bebop e aos compositores modernos.
Depois de um interesse precoce pela bateria, Raul decide (ainda cedo) mergulhar no estudo da guitarra. Acabararia por frequentar a Universidade de Miami, onde participou do círculo de jazz daquela prestigiosa escola. A partir daí tornou-se parte da cena musical da sua cidade, captando a atenção para seus próprios shows, depois da sua participação como cantor de apoio em projetos como Julio e Enrique Iglesias, Shakira e Alejandro Sanz. No total a sua colaboração emgravações, está presente em mais de 60 álbuns.
Em Maio de 2002, muda-se para Nova York a fim de dedicar-se à sua carreira solo e desenvolver a sua abordagem de apresentação ao vivo, pela qual é hoje reconhecido. A sua crescente reputação ajudou-o a captar a atenção do lendário produtor Arif Mardin, que o contratou para seu primeiro trabalho com uma grande gravadora. "State of Mind" (2005), o seu disco de estreia. Este foi recebido calorosamente por fãs e críticos, levando-o a marcar presença regular em alguns dos mais reconhecidos festivais, teatros, conquistando um grupo relevante de apreciadores em todo o mundo com espetáculos únicos e vibrantes.
Neste regresso a Portugal, depois da sua última visita em 2012 (Cool Jazz Fest), Raul Midón traz consigo o seu mais recente trabalho "Don't Hesitate". Neste disco apesar do próprio assumir a maioria dos vocais e instrumentos, há espaço para a participação de um conjunto de amigos e artistas de classe mundial. Dianne Reeves, Lizz Wright, Marcus Miller, Richard Bona ou até mesmo a a lenda Bill Withers, retirado dos holofotes nos últimos anos, são alguns dos nomes que dão o seu contributo neste trabalho.
"Eu acho que a principal resposta do público para com o meu trabalho é entenderem que não há nenhum truque naquilo que eu faço. Apenas canto e toco, procurando ser o mais honesto que posso ser. Para mim, as melhores gravações são aquelas que captam os momentos da vida real, e no fundo é sso que tenho vindo tentado a fazer."

By Luis Macedo
Google+