Jorge Palma

Jorge Palma no Festival Sol Da Caparica 2015.
Dia 2, 14 de Agosto.

Jorge Palma está cheio de força e em pleno! Jorge é outro veterano incontestado da Música nacional, um cantautor de corpo inteiro que ofereceu incontáveis clássicos ao cancioneiro português, de “Frágil” a “Encosta-te a Mim”. Presente na música portuguesa desde finais dos anos 60, estreou-se em nome próprio em 1972 e desde aí não parou de construir uma das mais distintas e aplaudidas carreiras da música portuguesa. Mais de uma dúzia de álbuns originais dão-lhe uma das mais extensas discografias do rock nacional, um extenso reportório de onde pretende extrair um alinhamento memorável para o Sol da Caparica. Em termos de trabalhos de maior fôlego tudo começou há exactamente 40 anos, com Com Uma Viagem na Palma da Mão, trabalho que é hoje visto como um dos tesouros que a nossa cultura eléctrica gerou na década da revolução. E desde aí a sua carreira fez-se em crescendo: de aplausos, de exposição, de sucesso e de prémios. Bairro do Amor rematou-lhe os anos 80 e Só inaugurou-lhe os anos 90, década em que os seus pares se reuniram à sua volta para criar o Palma’s Gang (com Zé Pedro e Kalu dos Xutos ou Flak e Alex dos Rádio Macau a secundarem-no). Já neste milenio, “Encosta-te a Mim” deu-lhe estatuto de fenómeno amplificado por um muito justo Globo de Ouro. Palma, não há dúvidas, é um dos grandes.

By Luis Macedo
Google+